Translate

segunda-feira, 10 de maio de 2010























SENHOR
              DO
                   UNIVERSO

Sentei-me no colchão macio
do alvorecer!
E a cabeça apoiada
no travesseiro das nuvens,
sob o azul do céu,
observava as garças brancas
esquecendo a solidão que o ar
emanava!...

Sonhei no infinito
e com o peito oprimido
ouvi os anjos do amor que
cantavam, dando graças
ao Senhor do Universo.

Que filha sou eu?
Se entendo tudo inverso?...

A plenitude da vida merece
cantigas de louvores...
Louvor pela vida...
Louvor pelos minutos,
que nos é concedido...

A cada instante é de Graças...

Sinto-me carregada,
nas horas ásperas
sem que eu ande com meus pés!
Deixo-me levar no colo do
Senhor do Universo!
Porque não vejo as minhas pegadas.

Então acordo e nesse alvorecer,
ainda deitada preguiçosamente,
abraço o travesseiro das nuvens
aí sim...Sinto-me viver!

23/08/06
A.C.Amorim

===================

Nenhum comentário:

Postar um comentário