Translate

segunda-feira, 10 de maio de 2010

DEIXEI-TE
Deixei-te quase sem sentido
ao murmurar no teu ouvido
palavras doce de amor.


Com meus toques atrevidos
e o ar tão destemido
ouvia no silêncio teu suspirar!...

No peito a respiração arfante;
tu eras minha e eu teu amante
ali eu era o céu e você o mar!

Mas com um erro inconcebível
me sentia forte e invencível
e terminei flutuando no ar...

Pasmo a ví com saudade
a alma ferida na realidade
do adeus e não mais voltar!...
...
Não bastava ser o rei
sendo que minha coroa,
eu não soube carregar!....

em homenagem a uma amiga, que perdeu
seu namorado.

fev/2007
A.C.Amorim
============

Nenhum comentário:

Postar um comentário