Translate

domingo, 21 de fevereiro de 2010

FONTE DA VIDA!

Riacho que caminha manso,
vai lavando as pedras do fundo.
Transparente mostra o avanço,
ao chegar no rio profundo.

Ás vezes infiltra no caminho,
e forma uma nascente de àgua pura!
Aplaca a sede dos passarinhos,
Ao jorrar de uma fonte na pedra dura!

Também como um véu esvoaçante,
refletindo nas quedas a cor da prata.
Mansa brilha com a luz do sol,
em descanso nos ribeirinhos e cascatas!

Caminha nas curvas seu rumo é certeiro,
para a imensidão do mar crespante.
Sobe ao céu em extenso nevoeiro,
Tornando-se nuvem no horizonte!

Volta à Terra e destilada no ar,
molha o solo para ativar a plantação.
Essa água cristalina vem nos brindar,
com  a fonte da vida nessa imensidão!


A.C.Amorim
15/09/2005