Translate

domingo, 11 de abril de 2010

De
   minha
           janela

Quando abro a janela e deixo,
a luz do sol penetrar para aquecer,
no parapeito descanso meu queixo;
obsevo:(Como é bom viver)!

Viver é participar da noite e o dia!
É ver as arvores expelir as velhas folhas.
Sentir o calor do sol e ve-lo sorrir!

A aragem o sol e o verde esmeralda,
me fazem sentir como criança inocente.
Nesse momento a cor ouro
parece uma grinalda,
a espalhar o véo no caminhar
para seu poente!

Ainda bem que de meu quarto,
vislumbro extensa terra.
Coberto do tapete colorido de flores
a perder de vista; até a serra...
E sem ter o que fazer me farto!

A.C.Amorim
01/04/2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário