Translate

segunda-feira, 5 de abril de 2010

A
     Chuva

As vezes
sou doce e mansa
para dar vida
e molhar a plantação

Deixo
o aroma de terra
com perfume das flores
evaporar-se no ar

Também
sou insistente
ao persistir
dias a fio
oferecendo
aragem morosa

Por fim
desço em abundância
e faço pirraça
induzindo
ao rumo incerto
quem eu fiz
naufragar

9,50hs. 5/10/2010
A.C.Amorim

                 ============

Nenhum comentário:

Postar um comentário